Home | Livros | Companhia das Letras | AS ÚLTIMAS TESTEMUNHAS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

AS ÚLTIMAS TESTEMUNHAS

Crianças na Segunda Guerra Mundial

Svetlana Aleksiévitch
Tradução: Cecília Rosas

Apresentação

Neste livro doloroso e potente, a Nobel de literatura Svetlana Aleksiévitch reuniu os relatos francos de vários sobreviventes da Segunda Guerra que, quando crianças, testemunharam horrores que nenhum ser humano jamais deveria experimentar.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

As últimas testemunhas

Svetlana Aleksiévitch

R$ 72,90

Companhia das Letras

Vozes de Tchernóbil

Svetlana Aleksiévitch

R$ 72,90

Companhia das Letras

Meninos de Zinco

Svetlana Aleksiévitch

R$ 67,90

Preço total de

R$ 213,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Meninos de Zinco

Svetlana Aleksiévitch

R$ 67,90

Indisponível

Companhia das Letras

A guerra não tem rosto de mulher

Svetlana Aleksiévitch

R$ 67,90

Companhia das Letras

O fim do homem soviético

Svetlana Aleksiévitch

R$ 82,90

Companhia das Letras

Sobre o autoritarismo brasileiro

Lilia Moritz Schwarcz

R$ 64,90

Companhia das Letras

Grande sertão: veredas

João Guimarães Rosa

R$ 99,90

Companhia das Letras

Contos completos

Liev Tolstói

R$ 219,90

Companhia das Letras

Terra sonâmbula

Mia Couto

R$ 64,90

Companhia de Bolso

Homens em tempos sombrios

Hannah Arendt

R$ 52,90

Indisponível

Ficha Técnica

Páginas: 272 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.335 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 14/09/2018
ISBN: 978-85-3593-151-8 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Neste livro doloroso e potente, a Nobel de literatura Svetlana Aleksiévitch reuniu os relatos francos de vários sobreviventes da Segunda Guerra que, quando crianças, testemunharam horrores que nenhum ser humano jamais deveria experimentar.

A Segunda Guerra Mundial matou quase 13 milhões de crianças e, em 1945, apenas na Bielorrússia, havia cerca de 27 mil delas em orfanatos, resultado da devastação tremenda causada pelo conflito no país. Entre 1978 e 2004, a jornalista Svetlana Aleksiévitch entrevistou uma centena desses sobreviventes e, a partir de seus testemunhos, criou uma narrativa estupenda e brutal de uma das maiores tragédias da história.
A leitura dessas memórias não é nada além de devastadora. Diante da experiência dessas crianças se revela uma dimensão pavorosa do que é viver num tempo de terror constante, cercado de morte, fome, desamparo, frio e todo tipo de sofrimento. E o que resta da infância em uma realidade em que nada é poupado aos pequenos?
Neste retrato pessoal e inédito sobre essas jovens testemunhas, a autora realizou uma obra-prima literária a partir das próprias vozes de seus protagonistas, que emprestaram suas palavras para construir uma história oral da Segunda Guerra.

Sobre o autor