Home | Livros | Companhia das Letras | NARCISO EM FÉRIAS
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

NARCISO EM FÉRIAS

Caetano Veloso

R$ 67,90

/ À vista

Apresentação

Edição avulsa do capítulo de Verdade tropical sobre a ditadura militar brasileira.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Narciso em férias

Caetano Veloso

R$ 67,90

Companhia das Letras

Verdade tropical (Edição Comemorativa)

Caetano Veloso

R$ 87,90

Quadrinhos na Cia

Manual do Minotauro

Laerte

R$ 112,90

Preço total de

R$ 268,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Verdade tropical (Edição Comemorativa)

Caetano Veloso

R$ 87,90

Companhia das Letras

Autobiografia precoce

Pagu

R$ 72,90

Companhia das Letras

Garota, mulher, outras

Bernardine Evaristo

R$ 87,90

Companhia das Letras

O avesso da pele - Vencedor Jabuti 2021

Jeferson Tenório

R$ 72,90

Companhia das Letras

Letra só / Sobre as letras (2 volumes)

Caetano Veloso

R$ 87,90

Companhia das Letras

Solução de dois Estados

Michel Laub

R$ 57,90

Companhia das Letras

Notas de um filho nativo

James Baldwin

R$ 54,32

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 42,90

Indisponível

Objetiva

Um paciente chamado Brasil

Luiz Henrique Mandetta

R$ 59,90

Alfaguara

Tempos ásperos

Mario Vargas Llosa

R$ 55,92

Ficha Técnica

Páginas: 168 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.238 kg Acabamento: Livro capa dura Lançamento: 09/10/2020
ISBN: 978-85-3593-225-6 Selo: Companhia das Letras Capa: Claudia Warrak Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Edição avulsa do capítulo de Verdade tropical sobre a ditadura militar brasileira.

Na madrugada do dia 27 de dezembro de 1968, duas semanas depois de o governo decretar o AI-5, Caetano Veloso e Gilberto Gil foram retirados dos apartamentos onde moravam, no centro de São Paulo, e levados em uma caminhonete ao Rio de Janeiro. Conduzidos por policiais à paisana, eles foram presos sem nenhuma justificativa.
Em Narciso em férias, volume avulso do capítulo homônimo de Verdade tropical, Caetano Veloso relata o impacto brutal que os 54 dias vividos no cárcere deixariam em sua vida – não apenas pela dimensão política, mas também pela perspectiva psicológica e artística.
Esta edição inclui uma seção com registros do processo aberto pela ditadura militar contra o cantor e compositor. Esses documentos ficaram guardados no Arquivo Nacional e seriam revelados ao artista pela primeira vez cinquenta anos mais tarde, em 2018. No texto inédito de apresentação, Caetano Veloso anuncia: "este, que é meu escrito a que atribuo maior valor, entra na cena atual da vida política brasileira de modo abrasivo".

Sobre o autor