Home | Livros | Companhia das Letras | OS DIAS DA CRISE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

OS DIAS DA CRISE

Jerônimo Teixeira

R$ 59,90

/ À vista

Apresentação

Com as manifestações de 2013 como pano de fundo, o romance de Jerônimo Teixeira tece uma sátira poderosa do mundo corporativo ao mesmo tempo em que reflete sobre os momentos iniciais da grave crise que abateria o país.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Os dias da crise

Jerônimo Teixeira

R$ 59,90

Companhia das Letras

Apátridas

Alejandro Chacoff

R$ 69,90

Companhia das Letras

Escrita em movimento

Noemi Jaffe

R$ 69,90

Preço total de

R$ 199,70

Adicionar ao carrinho
Máquinas como eu

Companhia das Letras

Máquinas como eu

Ian McEwan

R$ 79,90

A visita de João Gilberto aos Novos Baianos

Companhia das Letras

A visita de João Gilberto aos Novos Baianos

Sérgio Rodrigues

R$ 59,90

Redemoinho em dia quente

Alfaguara

Redemoinho em dia quente

Jarid Arraes

R$ 59,90

O chamado da tribo

Objetiva

O chamado da tribo

Mario Vargas Llosa

R$ 79,90

Sobre o autoritarismo brasileiro

Companhia das Letras

Sobre o autoritarismo brasileiro

Lilia Moritz Schwarcz

R$ 79,90

O elogio do vira-lata e outros ensaios

Companhia das Letras

O elogio do vira-lata e outros ensaios

Eduardo Giannetti

R$ 84,90

O oráculo da noite

Companhia das Letras

O oráculo da noite

Sidarta Ribeiro

R$ 94,90

Uma mulher no escuro -- vencedor Jabuti 2020

Companhia das Letras

Uma mulher no escuro -- vencedor Jabuti 2020

Raphael Montes

R$ 64,90

Ficha Técnica

Título original: Os dias da crise Páginas: 120 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.19 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 17/06/2019
ISBN: 978-85-3593-234-8 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Com as manifestações de 2013 como pano de fundo, o romance de Jerônimo Teixeira tece uma sátira poderosa do mundo corporativo ao mesmo tempo em que reflete sobre os momentos iniciais da grave crise que abateria o país.

O ano é 2013. Protestos eclodem em vários pontos do país. Quais eram as primeiras reivindicações? No que elas se transformaram? Entender o que aconteceu naquele ano parece ser a chave para entender os eventos desencadeados em seguida. Descortinando contradições e relações que apenas a ficção pode detectar, Os dias da crise nos dá um vislumbre do que foi posto em marcha naquele 2013 que já parece distante. Faz isso pelos olhos de Alexandre, um personagem que luta para conter o próprio cinismo ao mesmo tempo em que reafirma certa independência em relação aos grupos em conflito. Ligado ao mundo corporativo, o que Alexandre pretende é relatar a própria derrocada, além do princípio de uma crise que também é econômica. Tanto quanto uma leitura instigante, o romance de Jerônimo Teixeira desnuda o vazio do discurso político de tantos atores da comédia brasileira e oferece uma visão nítida de uma época turbulenta.

Sobre o autor