Home | Livros | Zahar | COMO APRENDEMOS A COMER
CLIQUE PARA AMPLIAR

COMO APRENDEMOS A COMER

Por que a alimentação dá tão errado para tanta gente e como fazer escolhas melhores

Bee Wilson

R$ 99,90

/ À vista

Frequentemente comprados juntos

Zahar

Como aprendemos a comer

Bee Wilson

R$ 99,90

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 44,90

Companhia de Bolso

Um antropólogo em marte

Oliver Sacks

R$ 59,90

Preço total de

R$ 204,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

A vida não é útil

Ailton Krenak

R$ 44,90

Companhia das Letras

Ideias para adiar o fim do mundo (Nova edição)

Ailton Krenak

R$ 44,90

Penguin-Companhia

A desobediência civil

Henry David Thoreau

R$ 39,90

Companhia de Bolso

Um antropólogo em marte

Oliver Sacks

R$ 59,90

Zahar

Inteligência visual

Amy E. Herman

R$ 109,90

Clássicos Zahar

Mitos gregos I: edição ilustrada

Nathaniel Hawthorne

R$ 48,93

Penguin-Companhia

A origem da desigualdade entre os homens

Jean-Jacques Rousseau

R$ 44,90

Zahar

Pense como um artista

Will Gompertz

R$ 69,90

Companhia das Letras

O homem que confundiu sua mulher com um chapéu

Oliver Sacks

R$ 99,90

Edição Econômica

O erro de Descartes

António Damásio

R$ 59,90

Ficha Técnica

Páginas: 288 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.444 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 13/07/2017
ISBN: 978-85-3781-676-9 Selo: Zahar Ilustração:

SOBRE O LIVRO

"Um manifesto para fazer com que a comida sem culpa seja prazerosa para todos." Nigella Lawson

A maneira como aprendemos a comer é a chave para entendermos por que a relação com a comida deu tão errado para tanta gente - e como é possível mudar.

Não nascemos sabendo o que comer. Desde a infância aprendemos a combinar sabores e a definir quando uma porção é maior do que devia. Aprendemos a gostar de legumes e verduras - ou não. Mas como essa educação se dá? Como o paladar individual se forma?

A premiada escritora Bee Wilson usa as mais recentes pesquisas de nutricionistas, psicólogos e neurocientistas para revelar como nossos hábitos alimentares são moldados por diversos fatores: família e cultura, memória e gênero, fome e amor.

Com uma linguagem simples, a autora expõe resultados de estudos, como a influência de irmãos sobre nossas escolhas à mesa e novos caminhos encontrados para ajudar crianças a comer legumes e verduras. Aborda o tema dos distúrbios alimentares e investiga o papel que a fome tem na nossa relação com a comida. Conta sobre a realidade de lugares como a China, onde avós deixam de comer para superalimentar os netos, e o Japão, que transformou radicalmente a sua cozinha milenar para torná-la mais saudável.
Se comer é um comportamento aprendido, então é possível mudá-lo. Bee Wilson mostra que tanto crianças quanto adultos têm enorme potencial para desenvolver hábitos novos e mais saudáveis - e oferece dicas para nos ajudar.

"Especialistas bem-intencionados dão sermões sobre o que deveríamos comer; Bee Wilson quer compreender por que comemos o que comemos. E acredita que prazer, gosto, emoções e memórias (boas e ruins) são parte importante da história." The Guardian

"Deve ser lido por todos os pais, e é um bom recurso para adultos com desordens alimentares ou problemas mais prosaicos como efeito-sanfona. Traz ideias bem úteis e nada da pseudociência que costuma infestar livros de dieta." The Wall Street Journal?

"Bee Wilson é inteligente, apaixonada, sincera, incansavelmente curiosa e sempre disposta a admitir erros e aprender com a experiência." London Review of Books

"Todos vão se identificar com alguma coisa aqui. ... Se algum livro pode levar a perda de peso no longo-prazo, é este, porque alimenta a mente em vez de renegar o corpo.'' The Times

"Vai fundo nas raízes fisiológicas e sociais da obesidade." Discover

"Libertador, generoso e otimista." New York Times Book Review

"Embora eu tenha uma enorme antipatia por livros de dieta, os argumentos de Bee Wilson me dobraram. Seu olhar é sensato, persuasivo e ciente das falhas humanas." Christopher Hirst, The Independent

"Escritora lúcida e cativante, que entrelaça com habilidade narrativa histórica, pesquisas cientificas e relatos pessoais." Popular Science

"Trata, em essência, do prazer de comer e de como podemos nos reconectar com ele. ... Este livro é um banquete." Financial Times

"Deveria estar no topo da lista dos mais vendidos entre os livros de dieta." Sunday Times

"Atrai e inspira grupos amplos de leitores." Kirkus Reviews

"Bee Wilson é a melhor especialista em comida. ... Sua narrativa abriu meu apetite por mais até o final do livro." Yotam Ottolenghi, autor de Jerusalém: sabores e receitas

"Reúne um impressionante conjunto de histórias bem-sucedidas." New Republic

"Leitura brilhante. Um mês depois de ter lido, continuo pensando nele todas as vezes que ponho a mesa." Observer Food Monthly

Sobre o autor