Home | Livros | Companhia de Bolso | A VONTADE RADICAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

A VONTADE RADICAL

Susan Sontag
Tradução: João Roberto Martins Filho

R$ 44,90

/ À vista

Apresentação

Ensaios clássicos de uma das maiores intelectuais do século XX em edição acessível.

Frequentemente comprados juntos

Companhia de Bolso

A vontade radical

Susan Sontag

R$ 44,90

Companhia de Bolso

Questão de ênfase

Susan Sontag

R$ 52,90

Companhia das Letras

Contra a interpretação

Susan Sontag

R$ 87,90

Preço total de

R$ 185,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia de Bolso

Questão de ênfase

Susan Sontag

R$ 52,90

Companhia das Letras

Diante da dor dos outros

Susan Sontag

R$ 54,90

Indisponível

Companhia das Letras

Contra a interpretação

Susan Sontag

R$ 87,90

Companhia de Bolso

Doença como metáfora / Aids e suas metáforas

Susan Sontag

R$ 34,90

Companhia das Letras

Sobre fotografia

Susan Sontag

R$ 72,90

Indisponível

Companhia das Letras

Sob o signo de Saturno

Susan Sontag

R$ 74,90

Companhia das Letras

Questão de ênfase

Susan Sontag

R$ 92,90

Indisponível

Companhia das Letras

Diários (1947-1963)

Susan Sontag

R$ 74,90

Indisponível

Companhia das Letras

O AMANTE DO VULCÃO

Susan Sontag

R$ 87,90

Indisponível

Ficha Técnica

Título original: Styles of radical will (pocket edition) Páginas: 296 Formato: 12.50 X 18.00 cm Peso: 0.247 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 10/06/2015
ISBN: 978-85-3592-598-2 Selo: Companhia de Bolso Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Ensaios clássicos de uma das maiores intelectuais do século XX em edição acessível.

A vontade radical, segunda coletânea de ensaios de Susan Sontag, dá continuidade às investigações empreendidas em seu livro anterior, Contra a interpretação. São textos escritos entre 1966 e 1969 que tratam de cinema, literatura, política e, caso do mais célebre deles, pornografia. Os cineastas Ingmar Bergman e Jean-Luc Godard, o dramaturgo Samuel Beckett e os escritores Rainer Maria Rilke e William Burroughs compõem o panteão da cultura moderna analisado nesses textos. Completam o volume reflexões agudas sobre o pensamento do filósofo romeno Emil Cioran e ainda o clássico libelo contra a guerra do Vietnã, escrito por ocasião da visita de Sontag a Hanói.

Sobre o autor