Home | Livros | Suma | CANÇÕES DE UM SONHADOR MORTO & ESCRIBA-SINISTRO
CLIQUE PARA AMPLIAR

CANÇÕES DE UM SONHADOR MORTO & ESCRIBA-SINISTRO

Thomas Ligotti
Tradução: Débora Landsberg e Renato Marques

R$ 109,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 54,95

Apresentação

Publicadas nas últimas décadas do século XX, a obra de estreia de Thomas Ligotti, Canções de um sonhador morto, e sua segunda coletânea de contos, Escriba-sinistro: Suas vidas e obras, consagraram o autor no panteão da literatura de horror mundial. Inédito no Brasil, este volume reúne os dois livros que inauguram a produção literária de um dos fundadores da weird fiction moderna.

Você pode gostar também de

Suma

Mestre dos Djinns

P. Djèlí Clark

R$ 84,90

Alfaguara

Café Majestic

Stéfanie Sande

R$ 64,90

Companhia das Letras

A canção da célula

Siddhartha Mukherjee

R$ 104,90

Zahar

Longe, muito longe

Walter Fraga

R$ 99,90

Suma

Uma tragédia familiar

M. T. Edvardsson

R$ 62,93

Zahar

Como os artistas veem o mundo

Will Gompertz

R$ 99,90

Companhia das Letras

Todas as cosmicômicas (Edição ilustrada)

Italo Calvino

R$ 129,90

Ficha Técnica

Título original: Songs of a Dead Dreamer and Grimscribe Páginas: 408 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.622 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 29/08/2023
ISBN: 978-85-5651-187-4 Selo: Suma Capa: Toda oficina Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Publicadas nas últimas décadas do século XX, a obra de estreia de Thomas Ligotti, Canções de um sonhador morto, e sua segunda coletânea de contos, Escriba-sinistro: Suas vidas e obras, consagraram o autor no panteão da literatura de horror mundial. Inédito no Brasil, este volume reúne os dois livros que inauguram a produção literária de um dos fundadores da weird fiction moderna.

Influenciada pelos estranhamentos de H. P. Lovecraft e de Edgar Allan Poe, além dos absurdos brutais de Franz Kafka, a literatura de Thomas Ligotti desvia das meras imagens sangrentas, presentes nas narrativas de terror tradicionais, para chocar o leitor das formas mais profundas e existenciais com outro tipo de monstruosidade. Em uma prosa detalhista, objetiva e impassível, Ligotti narra histórias sobre cidades decadentes e paisagens oníricas e lúgubres para revelar a insignificância do mundo e da condição humana.
Os dois volumes aqui reunidos evidenciam o caráter sombrio, perturbador e filosófico da obra de Ligotti, que usou suas histórias para mostrar, como nunca se fez antes, a concepção de que a própria vida é um pesadelo.


"O estilo de Ligotti é tão brilhante que sua prosa, gótica e imersiva, faz a maioria das histórias de terror parecer tão inofensiva quanto um brinquedo de dar corda." -- The Seattle Times


"Thomas Ligotti é um mestre de outro nível, praticamente de outra espécie. Ele escreve como se fosse a própria encarnação do horror." -- New York Times Book Review

Sobre o autor