Home | Livros | Companhia das Letrinhas | DE CABEÇA PRA BAIXO
CLIQUE PARA AMPLIAR

DE CABEÇA PRA BAIXO

Autor: Ricardo da Cunha Lima
Ilustrador: Gian Calvi

R$ 54,90

/ À vista

Apresentação

Este livro de poemas é também um manual para aprender a ler e escrever poesia. Ricardo Cunha Lima lida com a linguagem de uma maneira extremamente lúdica, brincando com as palavras e com o modo de ver o mundo.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letrinhas

De cabeça pra baixo

Ricardo da Cunha Lima

R$ 54,90

Companhia das Letrinhas

Cantigas por um passarinho à toa (Nova edição)

Manoel de Barros

R$ 69,90

Companhia das Letrinhas

O bicho alfabeto

Paulo Leminski

R$ 69,90

Preço total de

R$ 194,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Diário confessional

Oswald de Andrade

R$ 99,90

Pequena Zahar

Diário de Pilar na Índia

Flávia Lins E Silva

R$ 53,91

Companhia das Letrinhas

Ei! Tem alguém aí?

Jostein Gaarder

R$ 64,90

Seguinte

Cinderela chinesa

Adeline Yen Mah

R$ 59,90

Clássicos Zahar

David Copperfield: edição comentada e ilustrada

Charles Dickens

R$ 159,90

Brinque-Book

Como eu cheguei aqui?

Philip Bunting

R$ 59,90

Companhia das Letrinhas

A estranha madame Mizu

Thierry Lenain

R$ 54,90

Suma

Carrie

Stephen King

R$ 89,90

Suma

A cidade de vapor

Carlos Ruiz Zafón

R$ 69,90

Ficha Técnica

Título original: De cabeça pra baixo Páginas: 56 Formato: 21.00 X 21.00 cm Peso: 0.165 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 24/10/2000
ISBN: 978-85-7406-078-1 Selo: Companhia das Letrinhas Ilustração: Gian Calvi

SOBRE O LIVRO

Este livro de poemas é também um manual para aprender a ler e escrever poesia. Ricardo Cunha Lima lida com a linguagem de uma maneira extremamente lúdica, brincando com as palavras e com o modo de ver o mundo.

Um livro de poemas que ensina o que é poesia e que estimula o leitor a escrever seus próprios poemas. Esta é, em linhas gerais, a proposta que Ricardo Cunha Lima desenvolve em De cabeça para baixo.O autor lida com a linguagem de uma maneira extremamente lúdica: brinca com as palavras e com o modo de ver o mundo. Um de seus poemas nos fala, por exemplo, de um aspirador de pó... alérgico a pó: "Toda vez que era ligado,/ Já ficava todo inchado,/ Inteirinho empelotado". E Ricardo, que quer levar o leitor aos "bastidores" do mundo poético, ensina que esse poema é um "vilancico", uma forma típica da poesia espanhola da Idade Média. Rima, métrica, aliteração, soneto e antítese são outros conceitos explicados pelo autor, neste livro de poemas que é também um manual para aprender a ler poesia.Prêmio Jabuti 2001 de Melhor Livro Infanto-JuvenilTítulo Altamente Recomendável pela Fundação Nacional do Livro Infantil e Juvenil - FNLIJ 2000, categoria poesia

Sobre o autor

Prêmios