Home | Livros | Companhia das Letras | DIÁRIO CONFESSIONAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

DIÁRIO CONFESSIONAL

Oswald de Andrade
Manuel da Costa Pinto (Org.)

R$ 99,90

/ À vista

Apresentação

Os cadernos inéditos de um dos protagonistas do modernismo.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Diário confessional

Oswald de Andrade

R$ 99,90

Companhia das Letras

Parque industrial

Pagu

R$ 49,90

Companhia das Letras

Modernidade em preto e branco

Rafael Cardoso

R$ 99,90

Preço total de

R$ 249,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letrinhas

De cabeça pra baixo

Ricardo da Cunha Lima

R$ 49,90

Indisponível

Pequena Zahar

Diário de Pilar na Índia

Flávia Lins E Silva

R$ 52,90

Companhia das Letras

Coral e outros poemas

Sophia de Mello Breyner Andresen

R$ 72,90

Indisponível

Companhia das Letrinhas

Ei! Tem alguém aí?

Jostein Gaarder

R$ 57,90

Clássicos Zahar

David Copperfield: edição comentada e ilustrada

Charles Dickens

R$ 126,32

Companhia das Letrinhas

A estranha madame Mizu

Thierry Lenain

R$ 49,90

Companhia das Letrinhas

Como contar crocodilos

Margaret Mayo Margareth Mayo & Emily Bolam,

R$ 59,90

Indisponível

Brinque-Book

Como eu cheguei aqui?

Philip Bunting

R$ 52,90

Seguinte

Cinderela chinesa

Adeline Yen Mah

R$ 54,90

Zahar

O eu soberano

Elisabeth Roudinesco

R$ 89,90

Brinque-Book

Estrelas e planetas

Pierre Winters

R$ 57,90

Ficha Técnica

Páginas: 560 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.845 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 28/01/2022
ISBN: 978-65-5921-242-2 Selo: Companhia das Letras Capa: Elisa von Randow Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Os cadernos inéditos de um dos protagonistas do modernismo.

"Resiste/ Coração de Bronze!", anota Oswald de Andrade em diferentes momentos nas páginas de seus diários. Os cadernos deixados pelo autor de Serafim Ponte Grande incluem uma seção intitulada "Diário confessional", que teve início em 1948 e fim em 1954, meses antes de sua morte. Esse material – que permaneceu inédito por cerca de setenta anos – finalmente vem à luz com a publicação do presente volume.

Nesses registros, somos apresentados a uma figura bem distinta do personagem irreverente que se consagrou em nosso imaginário. Aqui está a mente extraordinária e inquieta, cáustica e ao mesmo tempo amorosa do escritor – mas também passamos a conhecer um homem em crise, profundamente atormentado por incertezas.

Documento singular para compreender a cena artística, literária, política e histórica brasileira do período, bem como as transformações que desenharam a cidade de São Paulo na metade do século XX, Diário confessional é o retrato de uma época e de um dos mais notáveis intérpretes da nossa cultura.

Sobre o autor