Home | Livros | Companhia das Letras | CORRESPONDÊNCIA INTELECTUAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

CORRESPONDÊNCIA INTELECTUAL

1949-2004

Celso Furtado
Rosa Freire d'Aguiar (Org.)

R$ 114,90

/ À vista
ou em até 2x no crédito de R$ 57,45

Apresentação

Com cartas de mais de oitenta interlocutores brasileiros e estrangeiros, esta seleção inédita oferece um panorama iluminador do pensamento de Celso Furtado e dos debates intelectuais que movimentaram a segunda metade do século XX. Inclui posfácio de Luiz Felipe de Alencastro.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Correspondência intelectual

Celso Furtado

R$ 114,90

Companhia das Letras

Diários intermitentes

Celso Furtado

R$ 99,90

Companhia das Letras

Obra autobiográfica

Celso Furtado

R$ 109,90

Preço total de

R$ 324,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Na natureza selvagem (Nova edição com posfácio inédito do autor)

Jon Krakauer

R$ 69,90

Clássicos Zahar

Vinte anos depois: edição comentada e ilustrada

Alexandre Dumas

R$ 159,90

Companhia das Letras

Freud (1937-1939) - Obras completas volume 19

Sigmund Freud

R$ 99,90

Companhia das Letras

Arrancados da terra

Lira Neto

R$ 94,90

Quadrinhos na Cia

Grande sertão: veredas (Edição em quadrinhos)

João Guimarães Rosa

R$ 129,90

Companhia das Letras

A palavra que resta

Stênio Gardel

R$ 69,90

Companhia de Bolso

Niketche (Edição de bolso)

Paulina Chiziane

R$ 59,90

Companhia das Letras

O som do rugido da onça - Vencedor Jabuti 2022

Micheliny Verunschk

R$ 69,90

Ficha Técnica

Páginas: 440 Formato: 16.00 X 23.00 cm Peso: 0.668 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 07/04/2021
ISBN: 978-65-5921-030-5 Selo: Companhia das Letras Capa: Mariana Newlands Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Com cartas de mais de oitenta interlocutores brasileiros e estrangeiros, esta seleção inédita oferece um panorama iluminador do pensamento de Celso Furtado e dos debates intelectuais que movimentaram a segunda metade do século XX. Inclui posfácio de Luiz Felipe de Alencastro.

Além dos mais de trinta volumes em que se dedicou a compreender e interpretar a história econômica brasileira, Celso Furtado deixou cerca de 15 mil cartas em seu acervo pessoal. Organizada numa seleção inédita, a correspondência revela não apenas seu dia a dia como professor e pesquisador, mas também um diálogo efervescente de ideias com outras figuras de proa da época, com quem Furtado dividiu reflexões sobre o desenvolvimento do Brasil e da América Latina, afinidades e discordâncias teóricas, e as angústias decorrentes do golpe militar de 1964.
Classificadas entre interlocutores brasileiros e estrangeiros, e ora agrupadas em eixos temáticos, as quase trezentas cartas vêm acompanhadas de textos introdutórios e de um rico aparato de notas, que contextualizam os personagens e eventos históricos. O resultado é uma janela singular tanto para a vida e a obra do autor de Formação econômica do Brasil como para as discussões intelectuais que pautaram o mundo pós-Segunda Guerra Mundial.

Com correspondências de Albert O. Hirschman, Antonio Callado, Antonio Candido, Bertrand Russell, Caio Prado Jr., Carlos Lacerda, Darcy Ribeiro, Ernesto Sabato, Eugenio Gudin, Fernando Henrique Cardoso, Florestan Fernandes, Francisco de Oliveira, Francisco Weffort, Hélio Jaguaribe, Lina Bo Bardi, Luiz Inácio Lula da Silva, Maria da Conceição Tavares, Nicholas Kaldor, Otto Maria Carpeaux, Plínio de Arruda Sampaio, Raúl Prebisch, Roberto Campos, entre outros.