Home | Livros | Companhia das Letras | SERAFIM PONTE GRANDE
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

SERAFIM PONTE GRANDE

Oswald de Andrade

R$ 89,90

R$ 76,42

/ À vista

Apresentação

Um dos marcos do modernismo, Serafim Ponte Grande mistura ironia, rebeldia e experimentação formal em um livro que desafia as classificações de gênero.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Serafim Ponte Grande

Oswald de Andrade

R$ 76,42

Companhia das Letras

Poesias reunidas

Oswald de Andrade

R$ 94,90

Companhia das Letras

Diário confessional

Oswald de Andrade

R$ 99,90

Preço total de

R$ 271,22

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Diário confessional

Oswald de Andrade

R$ 99,90

Companhia das Letras

Parque industrial

Pagu

R$ 53,91

Companhia das Letras

Modernismos 1922-2022

Gênese Andrade

R$ 159,90

Companhia das Letras

Modernidade em preto e branco

Rafael Cardoso

R$ 99,90

Companhia das Letras

O guarda-roupa modernista

Carolina Casarin

R$ 109,90

Companhia das Letras

Ulysses - Edição especial

James Joyce

R$ 199,90

Companhia das Letras

Memórias sentimentais de João Miramar

Oswald de Andrade

R$ 79,90

Alfaguara

Gótico nordestino

Cristhiano Aguiar

R$ 58,41

Penguin-Companhia

Alcibíades I

Platão

R$ 44,90

Ficha Técnica

Páginas: 216 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.269 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 28/01/2022
ISBN: 978-65-5921-268-2 Selo: Companhia das Letras Capa: Elisa von Randow Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Um dos marcos do modernismo, Serafim Ponte Grande mistura ironia, rebeldia e experimentação formal em um livro que desafia as classificações de gênero.

Ao longo de 203 fragmentos, Oswald de Andrade toma como inspiração os procedimentos da colagem para criar uma obra radical, situada entre a ficção, as anotações, as memórias, a sátira e a poesia. Definido por Haroldo de Campos como "romance-invenção", o livro, publicado originalmente em 1933, foi recebido como escandaloso e se estabeleceu como um acontecimento singular na nossa literatura.

A transformação industrial de São Paulo serve como pano de fundo para um retrato implacável das aspirações burguesas. Em meio ao moralismo, ao tédio e à infelicidade do casamento, os personagens de Serafim Ponte Grande não conseguem conter suas ambições comezinhas, sua obsessão pelo dinheiro e seus impulsos sexuais.

A presente edição inclui textos de Haroldo de Campos, Saul Borges Carneiro e Múcio Leão, além do posfácio inédito de Paulo Roberto Pires. Seja pela inventividade formal, seja pelo conteúdo explosivo, a ousadia de Serafim Ponte Grande permanece atual como nunca.

Sobre o autor