Home | Livros | Companhia das Letras | UM HOMEM SEM PROFISSÃO
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

UM HOMEM SEM PROFISSÃO

Memórias e confissões – 1890-1919 – Sob as ordens de mamãe

Oswald de Andrade

R$ 87,90

/ À vista

Apresentação

O único volume concluído das memórias de Oswald de Andrade. Edição inclui textos de Antonio Candido e Jorge Schwartz.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Um homem sem profissão

Oswald de Andrade

R$ 87,90

Companhia das Letras

Memórias sentimentais de João Miramar

Oswald de Andrade

R$ 59,90

Companhia das Letras

O Rei da Vela

Oswald de Andrade

R$ 67,90

Preço total de

R$ 215,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Memórias sentimentais de João Miramar

Oswald de Andrade

R$ 59,90

Companhia das Letras

Primeiro caderno do alumno de poesia

Oswald de Andrade

R$ 92,90

Companhia das Letras

Biblioteca Lovecraft - Vol. 1

H. P. Lovecraft

R$ 82,90

Companhia das Letras

A origem dos outros

Toni Morrison

R$ 54,32

Penguin-Companhia

Manifesto Antropófago e outros textos

Oswald de Andrade

R$ 37,90

Ficha Técnica

Título original: Um homem sem profissão Páginas: 200 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.251 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 04/11/2019
ISBN: 978-85-3593-271-3 Selo: Companhia das Letras Capa: Elisa von Randow Ilustração:

SOBRE O LIVRO

O único volume concluído das memórias de Oswald de Andrade. Edição inclui textos de Antonio Candido e Jorge Schwartz.

Neste primeiro tomo de suas memórias – e o único que chegou a ser concluído –, Oswald de Andrade rememora sua infância, adolescência e juventude, entrelaçando as lembranças familiares às transformações da cidade de São Paulo, que fervilhava com a belle époque do final do século XIX e das primeiras décadas dos anos 1900. Esse registro também passa por sua formação intelectual e pelos primeiros encontros com figuras que eram – ou viriam a ser, como ele – definidoras na história cultural do país.

Mais do que testemunho pessoal, essas páginas revelam um trabalho literário ímpar, ao melhor estilo oswaldiano. Como afirma Antonio Candido em seu "Prefácio inútil", na produção do autor do "Manifesto da Poesia Pau Brasil", vida e romance "nunca estiveram separados, e a única maneira correta de entender a sua vida, a sua obra e estas Memórias, é considerá-las deste modo".

Além do prefácio à primeira edição, de 1954, este livro inclui um texto inédito de Antonio Candido sobre Oswald de Andrade e um depoimento de Jorge Schwartz sobre a visita que possibilitou o acesso ao último texto do grande intelectual brasileiro.

Sobre o autor