CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

CACAU

Jorge Amado
Previsão de reimpressão: 05/2024

Apresentação

Esta saga da zona cacaueira, escrita na juventude de Jorge Amado em 1934, surpreendeu a crítica e os leitores da época pelo frescor de sua linguagem e pela crueza com que denunciava as duras condições de vida dos trabalhadores rurais do sul da Bahia.

Frequentemente comprados juntos

Companhia das Letras

Cacau

Jorge Amado

R$ 79,90

Companhia das Letras

Suor

Jorge Amado

R$ 79,90

Companhia das Letras

O país do carnaval

Jorge Amado

R$ 79,90

Preço total de

R$ 239,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

O país do carnaval

Jorge Amado

R$ 79,90

Companhia das Letras

São Jorge dos Ilhéus

Jorge Amado

R$ 94,90

Companhia das Letras

Tieta do Agreste

Jorge Amado

R$ 109,90

Companhia das Letras

Bahia de todos-os-santos

Jorge Amado

R$ 99,90

Indisponível

Companhia das Letras

Terras do sem-fim

Jorge Amado

R$ 79,90

Companhia das Letras

Tereza Batista cansada de guerra

Jorge Amado

R$ 99,90

Companhia das Letras

Jubiabá

Jorge Amado

R$ 94,90

Indisponível

Companhia das Letras

Gabriela cravo e canela

Jorge Amado

R$ 89,90

Ficha Técnica

Título original: Cacau Páginas: 184 Formato: 14.00 X 21.00 cm Peso: 0.24 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 05/10/2010
ISBN: 978-85-3591-726-0 Selo: Companhia das Letras Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Esta saga da zona cacaueira, escrita na juventude de Jorge Amado em 1934, surpreendeu a crítica e os leitores da época pelo frescor de sua linguagem e pela crueza com que denunciava as duras condições de vida dos trabalhadores rurais do sul da Bahia.

Segundo livro de Jorge Amado, Cacau é narrado em primeira pessoa por um lavrador, filho de industrial decaído, que trabalhara brevemente como operário fabril. O pequeno romance é a saga de uma tomada de consciência social e política. Atesta o clima de polarização ideológica da época em que foi escrito e o entusiasmo revolucionário de seu jovem autor.
Cacau inaugura também um dos veios mais ricos da literatura de Jorge Amado, o dos livros dedicados à rica e sangrenta história da região cacaueira da Bahia, imortalizada em obras como Terras do sem-fim; São Jorge dos Ilhéus; Gabriela, cravo e canela e Tocaia Grande.
Neste apaixonado livro de juventude, com um vigor e uma urgência que o tornam encantador, encontramos alguns dos méritos mais louvados do autor, como o apurado ouvido para a fala popular; o trânsito pelos vários registros do discurso, do mais formal ao mais coloquial; o caloroso afeto por suas criaturas.
Livro de denúncia e esperança, anuncia o grande romancista que conquistaria os leitores do Brasil e do mundo nas décadas seguintes.