Home | Livros | Penguin-Companhia | O HOMEM CORDIAL
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

O HOMEM CORDIAL

Sérgio Buarque de Holanda

R$ 34,90

/ À vista

Apresentação

Próximo volume da coleção Grandes Ideias, O homem cordial reúne o capítulo homônimo do clássico Raízes do Brasil e outros momentos altos da produção historiográfica de Sérgio Buarque de Holanda.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

O homem cordial

Sérgio Buarque de Holanda

R$ 34,90

Companhia das Letras

Raízes do Brasil

Sérgio Buarque de Holanda

R$ 62,90

Penguin-Companhia

Manifesto Antropófago e outros textos

Oswald de Andrade

R$ 37,90

Preço total de

R$ 135,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Penguin-Companhia

A desobediência civil

Henry David Thoreau

R$ 34,90

Penguin-Companhia

Manifesto Antropófago e outros textos

Oswald de Andrade

R$ 37,90

Penguin-Companhia

O mal-estar na civilização

Sigmund Freud

R$ 39,90

Indisponível

Penguin-Companhia

A origem da desigualdade entre os homens

Jean-Jacques Rousseau

R$ 42,90

Penguin-Companhia

A mão invisível

Adam Smith

R$ 37,90

Penguin-Companhia

O Estado como obra de arte

Jacob Burckhardt

R$ 34,90

Penguin-Companhia

Manifesto do partido comunista

Karl Marx Friedrich Engels

R$ 42,90

Penguin-Companhia

Que é o abolicionismo?

Joaquim Nabuco

R$ 34,90

Penguin-Companhia

Os cristãos e a queda de Roma

Edward Gibbon

R$ 34,90

Companhia de Bolso

Origens do totalitarismo

Hannah Arendt

R$ 64,90

Ficha Técnica

Título original: O homem cordial Páginas: 112 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 0.117 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 10/04/2012
ISBN: 978-85-6356-044-5 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Próximo volume da coleção Grandes Ideias, O homem cordial reúne o capítulo homônimo do clássico Raízes do Brasil e outros momentos altos da produção historiográfica de Sérgio Buarque de Holanda.

O crítico, historiador e sociólogo paulista Sérgio Buarque de Holanda é um dos maiores intelectuais brasileiros no século XX. Autor de obras capitais, alguns de seus conceitos se tornaram modelos clássicos de interpretação de nossa história. Entre eles se destaca o do "homem cordial", presente em Raízes do Brasil (1936), seu primeiro livro, no qual o autor investiga as origens de uma forma de sociabilidade brasileira, mais afeita aos contatos informais e à negação das esferas públicas de convívio. Crítico, ele mostra como a "cordialidade" leva a uma relação problemática entre instâncias públicas e privadas.
Este volume reúne, além de "O homem cordial", outros momentos altos da produção intelectual de Sérgio Buarque de Holanda: "O poder pessoal" (da coleção História geral da civilização brasileira), "Experiência e fantasia" (de Visão do Paraíso), "Poesia e crítica" (de O espírito e a letra) e "Botica da natureza" (de Caminhos e fronteiras). O conjunto é uma excelente introdução ao pensamento do autor, ou a oportunidade de voltar a esses textos fundamentais, que aliam o rigor metodológico do grande historiador e crítico à fluência narrativa do mestre da língua.

Sobre o autor