Home | Livros | Penguin-Companhia | ANTROPOFAGIA
CLIQUE PARA AMPLIAR
Ler um trecho

ANTROPOFAGIA

Caetano Veloso

R$ 34,90

/ À vista

Apresentação

Publicado originalmente no livro Verdade tropical, este ensaio-memória remonta o conceito de antropofagia, da Semana de Arte Moderna até sua apropriação pelos concretos e tropicalistas.

Frequentemente comprados juntos

Penguin-Companhia

Antropofagia

Caetano Veloso

R$ 34,90

Penguin-Companhia

Manifesto Antropófago e outros textos

Oswald de Andrade

R$ 37,90

Penguin-Companhia

Por que escrevo

George Orwell

R$ 27,90

Preço total de

R$ 100,70

Adicionar ao carrinho

Você pode gostar também de

Companhia das Letras

Verdade tropical (Edição Comemorativa)

Caetano Veloso

R$ 87,90

Penguin-Companhia

Manifesto Antropófago e outros textos

Oswald de Andrade

R$ 37,90

Penguin-Companhia

100 aforismos sobre o amor e a morte

Friedrich Nietzsche

R$ 34,90

Penguin-Companhia

O jornal e o livro

Machado de Assis

R$ 34,90

Penguin-Companhia

O Estado como obra de arte

Jacob Burckhardt

R$ 34,90

Companhia das Letras

O mundo não é chato

Caetano Veloso

R$ 74,90

Indisponível

Penguin-Companhia

A desobediência civil

Henry David Thoreau

R$ 34,90

Penguin-Companhia

Que é o abolicionismo?

Joaquim Nabuco

R$ 34,90

Penguin-Companhia

Os cristãos e a queda de Roma

Edward Gibbon

R$ 34,90

Penguin-Companhia

A mão invisível

Adam Smith

R$ 37,90

Ficha Técnica

Título original: Antropofagia Páginas: 72 Formato: 13.00 X 20.00 cm Peso: 0.08 kg Acabamento: Livro brochura Lançamento: 20/03/2012
ISBN: 978-85-6356-040-7 Selo: Penguin-Companhia Ilustração:

SOBRE O LIVRO

Publicado originalmente no livro Verdade tropical, este ensaio-memória remonta o conceito de antropofagia, da Semana de Arte Moderna até sua apropriação pelos concretos e tropicalistas.

Desnecessário apresentar o autor deste ensaio. Uma das figuras mais importantes da nossa cultura, Caetano Veloso é tão múltiplo quanto sua obra. Para além do trabalho musical, ele é antes de tudo um pensador do Brasil. Política, sociologia, arte: nenhum assunto está longe de seu campo de interesse.
Publicado em 1997, como capítulo do livro Verdade tropical, este ensaio-memória remonta o encontro de Caetano com o legado dos modernistas, em especial a obra de Oswald de Andrade.
A partir de uma montagem da peça O rei da vela, pelo Teatro Oficina de José Celso Martinez Corrêa, Caetano refaz o trajeto intelectual que culminaria na apropriação do conceito de antropofagia pelos tropicalistas. Ao mesmo tempo, traça um retrato afetivo dessa época de efervescência cultural e política, da qual ele foi um dos principais protagonistas.

Sobre o autor